Estamos diante de uma pandemia; que inspira cuidados, seriedade, respeito e empatia. É extremamente importante levar a sério e seguir as orientações dos órgãos competentes. No entanto, uma questão tão importante quanto, deve ser pensada:

Quais são as recomendações para preservar nossa saúde mental diante de tudo isso?

Acalme-se!

1 – MANTER A CALMA não significa menosprezar a gravidade do problema. Faça aquilo que pode ser feito por você e concentre suas preocupações no presente: as inquietações no presente já estão de bom tamanho no momento. O passado já foi e o futuro ainda vai chegar.

Tenha consciência!

2 – SEJA PRECAVIDO! Não tenha comportamentos de risco nesse momento tão sensível. Se precaver não é sinônimo de desespero, mas de consciência diante de uma crise.

Informe-se BEM!

3 – MANTENHA-SE BEM INFORMADO e busque fontes confiáveis, evitando fontes sensacionalistas e sem conhecimento sobre o assunto. Dessa forma você evita pânico causado por “fake News”.

Busque um profissional!

4 – Em caso de necessidade, para preservar sua saúde mental, BUSQUE UM PROFISSIONAL! Temos hoje uma nova modalidade de atendimento disponível e que será muito útil neste tempo de pandemia: o atendimento online! Você não precisa interromper ou adiar a psicoterapia. (Converse com um psicólogo)

Exercite-se!

5 – Mesmo em casa, TIRE UM TEMPO para praticar exercícios físicos, fazer meditação ou mesmo algo que goste e te distraia de alguma forma. Potencialize sua criatividade: a situação é de precaução e prevenção e não de prisão. Reserve um espaço para ser criativo, dentro dos limites possíveis atuais, para oxigenar a mente e os pensamentos.

Conecte-se!

6 – USE A TECNOLOGIA A SEU FAVOR: seja para trabalhar em casa ou ainda para se comunicar. As visitas presenciais estão suspensas, porém a ligações e os vídeos não. Mate a saudade dos entes queridos pelo celular e mantenha a troca de sentimentos com aqueles que você ama.

Fale!

7 – CONVERSE! Converse muito sobre o que está te inquietando para que este isolamento não seja sinônimo de angústia e ansiedade patológica. Em outras palavras: “tire as minhocas da cabeça”! Esclareça dúvidas nas fontes certas, pergunte, desabafe e se necessário, não hesite em buscar ajuda de um profissional qualificado.

Enfim…

Cuide de sua saúde física e cuide de sua saúde mental. Como disse o Doutor Drauzio Varella: ‘essa epidemia vai passar. Se cada um fizer a sua parte, vai passar mais depressa’.

Janaína do N. P. Pamplona
Psicóloga
CRP 06/157968

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: