BASEADO EM UM DOS MAIORES EMBATES DA HISTÓRIA DO JUDICIÁRIO DOS ESTADOS UNIDOS, DRAMA CHEGA EM SETEMBRO NOS CINEMAS BRASILEIROS.

A2 Filmes, que distribuiu nos cinemas do Brasil o documentário “Duas Coroas: a história de São Maximiliano Kolbe”, traz em setembro “O DIREITO DE VIVER”(Roe v. Wade).

O drama é dirigido por Cathy Allyn Nick Loeb (ator do filme “Operação Resgate” ), que também atua no filme ao lado de estrelas como Jon Voight (“Animais Fantásticos e Onde Habitam“), Joey Lawrence (astro da década de 90 das séries “Blossom” e “Amor Fraternal“), John Schneider (da série “Smallville“), Stacey Dash (“Voando Alto“), Jamie Kennedy (“Sequestro em Malibu“), Corbin Bernsen (“Beijos e Tiros“), Greer Grammer (“Nosso Último Verão“), Robert Davi (“Os Mercenários 3“) e Tom Guiry (“Roda Gigante“).

“O DIREITO DE VIVER” é baseado na histórica batalha jurídica, dos anos 1970, para que o Tribunal dos Estados Unidos reconhecesse o direito ao aborto no país. O caso se tornou conhecido como o “Roe contra Wade” ou “Roe vs Wade”.

Cena do filme “O direito de Viver”

Depois de engravidar pela terceira vez, a jovem Jane Roe abre um processo contra o Estado americano para ter direito a interromper a gestação. O caso chega à Suprema Corte e repercute entre diversas organizações, como a Igreja Católica, recebendo atenção de personalidades, como a médica, Dra. Mildred Jefferson (Stacey Dash), que adere e ingressa no movimento pró-vida.

O filme confronta a versão apresentada para que a liberação do aborto fosse aceita e propõe um diálogo sobre o valor da vida humana desde a concepção.

“O DIREITO DE VIVER” foi lançado no dia 7 de outubro, véspera do Dia do Nascituro, celebrado no dia 8 de outubro. Em São Paulo/SP é possível assistir no Cinema Itaú Frei Caneca (no shopping de mesmo nome). Clique aqui para verificar.

Desde já, vale a pena falarmos sobre a importância de apoiarmos às produções com temáticas cristãs que chegam ao país. Cada vez mais, as produções audiovisuais têm sido bombardeadas por ideologias totalmente anticristãs, que atacam diretamente a nossa fé, dignidade, sexualidade e valores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: