Não sei ao certo como começou minha amizade com Teresinha (se tu achas atrevimento chamá-la assim, sem o tratamento que lhe cabe – SANTA – espere até me ouvir chamá-la de Tetê!).

Sei que foi no início do processo de conversão. Ainda jovenzinha. Não foi a primeira devoção (Santo Antônio e São Bento chegaram antes). Mas foi a mais avassaladora.

Uma devoção que me enriquece

Lendo os manuscritos de História de uma Alma, alguns outros escritos (como os do Frei Patrício Sciadini, OCD), ouvindo as belíssimas canções da Madre Kelly Patrícia, estudando um pouco sobre essa Santinha tão singular, fui me apaixonando por sua Docilidade a Deus; sua Obediência Feliz; sua Amorosa forma de revelar o Cristo, a quem ela tanto ama, no cotidiano, na rotina, nas contrariedades da vida.

Fui entendendo que pra ser santa eu preciso amar. Amar é a forma mais eficaz de ver a Deus. Porque Deus é Amor.

Ao mesmo tempo em que não se deve levar a si mesmo tanto em conta. Desapegar-se de si para apegar-se ao Eterno!

Tinha uma turma de amigas que juntas fazíamos a novena. Até festa de aniversário para a Santa fizemos com bolinho decorado com rosas e tudo mais!

Teresinha marcou minha juventude com sua presença, palavras e intercessão. Foram muitas orações, novenas, conversas…

Teresinha na minha vida

Minha história mais marcante foi meu namoro com o Gilberto. Duas amigas e eu havíamos feito um propósito de fazermos novenas juntas, umas pelas outras. E lá fomos nós pedir a Deus por intermédio de Tetê que me desse o Gilberto de presente, haha.

A novena das Rosas consiste em uma oração específica e 24 Glórias ao Pai pelos 24 anos em que ela viveu na Terra. Tem uma parte muito interessante na oração que diz assim: “se for conforme a Vossa Santíssima Vontade e para Salvação de minha alma”, ou seja, conformamos o nosso querer com o querer de Deus! E ainda desejamos que a Vontade de Deus se sobreponha em nossa vida. Isso é Santidade!

santateresinha.jpg

A certeza de que a graça almejada será alcançada é confirmada pelo recebimento de uma rosa, que pedimos como sinal. Ela prometeu que ao chegar ao Céu derramaria uma chuva de rosas sobre o mundo e tem cumprido docilmente sua promessa a todos os que recorrem com fé à sua intercessão.

Mas, voltando pra minha própria história, no 7º dia da novena em que minhas amigas e eu fazíamos por mim, fui surpreendida por uma linda rosa. ENTREGUE PELO PRÓPRIO GILBERTO!!! Quer coisa mais linda que esta? Que resposta o Céu me deu! Também era Vontade do Coração de Deus nos unir e a resposta veio por intermédio de Teresinha! Claro que demorou um pouco pra começarmos a namorar, mas isso é outra história…

santa-teresinha-do-menino-jesus-na-mesa

Quando casei, minha daminha de honra entrou vestida de santa Teresinha trazendo nossas alianças… E tinha até música pra ela! “Chuva de bênçãos sobre nós do Céu derramai, Santa Teresa, intercedei. Chuva de bênçãos sobre nós do Céu derramai, rosas do Céu faz cair!”.

E tantas e tantas histórias temos juntas… Ela fica aqui, na minha mesa de trabalho, vira e mexe to perguntando algo, pedindo algo, contando algo. Como duas amigas de longa data.

Sim, nós somos amiga!

Graças a Deus tenho muitos a quem chamo de AMIGOS. E sei que não é mérito meu. Deus foi unindo muitas vidas à minha. A tribulação trouxe alguns, a festa trouxe outros. A missão trouxe alguns, a convivência trouxe outros.

E uma coisa que amo é quando meus amigos se tornam amigos entre si!

Com Tetê não foi diferente… Muitas amigas minhas se tornaram devotas de Santa Teresinha, porém, a própria Teresinha me apresentou os amigos dela! Não é maravilhoso?

Por intermédio dela, fui me apaixonando pelo Carmelo (sempre digo que se minha vocação não fosse matrimonial, eu definitivamente seria Carmelita!). São João da Cruz, Santa Teresa D’Àvila, Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein), enfim…

Enraizada no Carmelo

Minha espiritualidade tem profundas raízes nos ensinos carmelitanos. Cresci na fé debaixo dessa sólida formação. E me mantenho em fé também pelos méritos desta intercessão que me é tão cara.

Teresinha tem essa facilidade em alcançar corações de forma arrebatadora. Sua simplicidade sem ser simplista. Sua Doçura sem ser piegas. Sua Persistência e Ousadia sem ser inconveniente.

life_at_carmel.jpg

E, apesar de fácil assimilação, seus ensinos são profundos!

Talvez muitos ainda tendem a achar Teresinha um tanto quanto “infantilizada” (santinha, rosinhas, etc), mas essa escola é riquíssima! De uma teologia ímpar, nos leva à contemplação da sublimidade do Amor em nossa rotina, santificando nossa vida no dia a dia através desta força revolucionária e indestrutível!

Num mundo carente de Amor, onde a cada dia temos uma visão mais deturpada, empobrecida e desfigurada do que Ele realmente é, Teresa de Lisieux segue como uma seta inflamada apontando o Caminho. Uma Pequena Via onde iremos descobrir uma forma eficaz rumo à Santidade!

“O Amor é paciente, o Amor é bondoso. Não tem inveja. O Amor não é orgulhoso. Não é arrogante. Nem escandaloso. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O Amor jamais acabará”.

I Coríntios 13, 4-8ª

Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, rogai por nós!

Michele Lopes,
Filha de Deus, esposa do Gilberto, ministra de música, pregadora e serva no Grupo de Oração Senhora da Paz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: