Vai correr? Fugir? Desistir? Se esconder? Negá-lo? E agora?

Quando o Senhor chama é porque já existe um diálogo, já existe ali uma conexão aberta e certeira entre o emissor e ouvinte. Até porque ninguém chama alguém sem antes conhecê-lo, e também ninguém escuta com exatidão sem ter intimidade, ou seja, quando somos chamados, existe ali uma intimidade, ambos se conhecem tão bem que um chama e outro escuta/atende. Assim como uma mãe ou pai chama o filho, e ele os escuta.

Quando Deus nos chama não é diferente, ora ele nos conhece muito antes de nascermos, sonhou conosco, com todos os nossos detalhes e dons.

Quando Ele nos chama, existem sinais visíveis daquilo que Ele quer para nos! É fácil de identificar? Não! E fácil atender? Não!

Não é fácil, pois a voz do mundo é muito mais “formosa” e encantadora do que a voz de Deus, pois ela nos apresenta “falsos presentes” e ainda por nossas maledicências, deixamos de ouvir com exatidão à voz do Criador.

Porém, quando realizamos um discernimento autentico, com seriedade e muita oração, sabemos qual decisão a ser tomada!

Decisão tomada? É a hora de seguir! Eita parte difícil! Porque é nesta fase que as coisas saem do mundo das ideias/plano espiritual para a pratica, efetivamente. É aqui que acontecem os nãos, as chacotas, os abandonos, a ridicularização, a opressão. É aqui que grande parte das vocações morrem! Por falta de apoio, orientação, oração e acompanhamento!

Perfazendo todos esses passos, já notou que se o caminho foi facilitado ou com muitas flores, existe algo errado? O caminho do cristão é um caminho de cruz, dor, sofrimento, mas no final, existe a ressurreição e a vida eterna!

Em um determinado momento da vida de São Maximiliano Maria Kolbe, Nossa senhora aparece para ele e coloca em sua frente duas coroas: uma vermelha e uma branca e diz: escolhe! O santo católico diz: eu quero a duas! Na aparição, Nossa senhora diz: “escolhestes bem, pois a coroa vermelha significa o martírio e a branca a pureza!”. São Maximiliano morre preso, entregando sua vida para salvar um pai de família que estava severamente apavorado com sua morte, pois havia fugido um preso e por sua culpa 10 internos seriam sacrificados!

São Maximiliano entrega sua vida com um braço estendido para aplicação do soro letal enquanto o outro dava a absolvição dos pecados de seu algoz.

E agora? Escolhe: qual coroa vai querer? Qual caminho vai seguir? Deus te chama no agora e não no amanhã! MOVA-SE!

EU? Sigo respondendo meu chamado, sendo humilhado, maltratado, deixado de lado, ignorado e por muitas vezes questionado, mas não desisto pois EU OUVI O MEU SENHOR!

Acha que estás só? Nada, irmão. Vamos juntos! Sejamos Cirineus uns dos outros.

Francinaldo Sousa,
Filho de Deus, estudante de filosofia e amigo da galera da Geração Eleita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: