Oi gente, vamos falar um pouco sobre a vida cristã.

A vida cristã em si é algo muito além de apenas ir para igreja, rezar de maneira mecânica e cumprir com alguns ritos em seus horários determinados ou até mesmo pré-determinados.

A vida cristã se baseia, como o próprio nome já diz, em Cristo e seguir naquilo que Ele mesmo é, sendo assim, a vida cristã se torna um testemunho contínuo de refletir o Cristo que existe em nós; que muitas vezes fica sufocado dentro de formas que querem moldar o homem a Deus, sendo que o oposto é o verdadeiro ensinamento, pois o homem tem que voltar a Deus e deixar que o Espírito Santo possa nos transformar naquilo que Deus sonhou.

É no dia-a-dia!

Um dias as máscaras caem..

Pensando assim e assim vivendo, a nossa vida cristã tem que ser efetivamente o testemunho de Cristo na nossa casa, no nosso trabalho, na escola, na faculdade, no passeio com os amigos e até mesmo na hora da pizza.

É muito simples e fácil proclamar e ficar dizendo que é um verdadeiro cristão, cumprindo regras e vivendo apenas para que os outros possam ver o cumprimento de rotinas e práticas pré-estabelecidas, sendo que Jesus Cristo durante todo o seu ministério nos mostrou que temos que ser e viver a nossa realidade para o bem do próximo, transformando um ser egoísta em um ser amoroso, transformando a arrogância e a soberba em caridade e compreensão, por isso é extremamente difícil ser um verdadeiro cristão em casa, no trabalho, na escola, nesses lugares comuns, pois nesses lugares realmente deixamos transparecer o nosso eu interior.

Com regras é fácil!

Na igreja é fácil, pois na igreja o ambiente não permite que nos comportemos como nos comportamos nesses lugares, logo existe pouca brincadeira, existe um limite em se falar palavrão ou menosprezar o próximo.

No dia que compreendermos que a vida cristã é a realidade do nosso dia a dia, não precisaremos ficar nos moldando dentro de especificidades, mas através do magistério, da tradição e das escrituras na qual está baseada a Igreja Católica Apostólica Romana que já perdura por quase dois mil anos; entenderemos que Cristo, no Seu infinito amor e paixão nos permitiu tê-la, para que por ela possamos ser realmente pessoas íntegras e seguindo os seus preceitos e orientações, voltemos a Deus da maneira que Ele quer.

Autenticidade

Que venhamos a ser pecadores reconhecidos, porém, servos autênticos, amando primeiramente a Deus, depois o meu próximo que está dentro da minha casa, dentro do meu trabalho, na minha escola ou faculdade, para aí sim, de verdade dar um testemunho em outros lugares.

A vida cristã não é se fechar em si mesmo ou em um lugar junto de pessoas e se autoproclamar o “santo” ou o “salvo”, mas viver a sua realidade em uma comunidade que reconhece suas falhas, porém, também reconhece seu esforço para ser uma pessoa melhor.

Começa em casa!

Família de Santa Teresinha do Menino Jesus ao redor do pai, S. Luís Martin após o falecimento de S. Zélia, sua Mãe.
Família de Santa Teresinha ao redor do pai, S. Luís Martin.

Se dentro de casa nós não conseguimos honrar esse Cristo que nos salva, será que conseguiremos fazer isso na rua? por quanto tempo a verdade sobre nós permanecerá escondida?

Vamos repensar, pois a vida cristã é muito além do que fazemos entre as quatro paredes da Igreja.

Ataíde Oliveira Filho
Filho de Deus, esposo da Hélide, pai de três filhos e amigo eleito de uma geração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: