Pentecostes é uma das grandes solenidades da Igreja Católica. Antes dela, muitos grupos se preparam com novenas, cantos, encontros. E tudo isso é muito bom. Mas porque, na maioria das vezes, só nos lembramos de celebrar o Espírito Santo nessa época do ano litúrgico?

Ele é uma Pessoa!

O Espírito Santo, assim como o Pai e Jesus Cristo, é também uma Pessoa. Claro, apesar das formas corpóreas da pomba (presente no batismo de Jesus) e da língua de fogo (que recaiu sobre os apóstolos em Pentecostes) e dos elementos (fogo, vento, água), Ele não é palpável (como Jesus o foi), mas uma presença que se sente e se experimenta.

Sendo Ele uma Pessoa, viva e atuante, não tem como celebrá-Lo sem termos uma relação de proximidade, de amizade.

Ao nos aproximarmos de alguém, nos apresentamos, O cumprimentamos, criamos relação. Com o Espírito Santo acontece da mesma forma: criamos intimidade conforme, no dia a dia, nos aproximamos, abrimos nossa vida a Ele, O cumprimentamos na oração e desejamos a Sua companhia.

Amizade requer reciprocidade

Que o Espírito Santo é presente em nossas vidas, não temos dúvidas! Desde o nosso batismo, Sua ação santificante nos toca a cada dia. Mas, e a nossa parte?

Numa amizade é preciso que haja ação das duas partes. Claro, ninguém faz uma boa ação ao amigo esperando receber algo em troca, mas todo amigo sabe que, na hora em que precisar, terá alguém do seu lado.

“O Espírito vem em auxílio da nossa fraqueza, pois não sabemos rezar como convém”

Carta de São Paulo aos Romanos 8, 26

Com o Espírito Santo acontece da mesma forma. Dependendo da forma como nos relacionamos com Ele no dia-a-dia, podemos até mesmo nem sentir a Sua presença, por isso, é necessário fomentar em nós o anseio por caminhar com Ele, pedir Sua luz que dissipa as trevas da mente, pedir Seus dons que nos santificam e nos capacitam para a missão.

Além do digital

Acho bonito aqueles amigos que tentam se comunicar todos os dias, partilhando a vida e a missão, falando das alegrias e das tristezas do cotidiano, e claro, mandando aqueles memes pra alegrar a tarde cansativa. “Só se ama aquilo e aquele que se conhece”, já dizia Santo Agostinho. Falar da nossa vida ao outro dá a ele a possibilidade de nos ajudar, de ser apoio, de ser auxílio nas dificuldades.

Assim também acontece com o Espírito Santo. Parece clichê, mas você já pensou em todos os dias perguntar “Espírito Santo, o que vamos fazer juntos hoje?”. Questionar o Paráclito, Consolador de nossas almas, certamente nos dará respostas para nossos projetos, sonhos e até mesmo para aquelas atividades do cotidiano que acabam se tornando conturbadas.

Escola do Espírito

A postura de “aprendiz” ou “aluno” também pode ser tomada diante do Espírito Santo, esse mesmo a Quem perguntamos como viveremos aquele dia corrente.

Com humildade nos sentamos nas primeiras carteiras da Escola desse Deus que nos cumula dos dons necessários para a nossa evangelização. Ainda, como aquele aluno aplicado, recorremos sempre à Sua ajuda que nunca é negada. Ele fala, ama, consola, educa, ensina.

Ao Espírito Santo, peçamos: dai-nos, ó Deus Espírito, a graça de vivermos em Ti e para Ti, a ponto de, assim como foi com Maria, nossa presença na sociedade também faça tantos irmãos exultarem de uma santa e verdadeira alegria. Amém!

Deus te abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: